Artigos

Câmera Escondida em Quarto de Resort - Uma Violência à Privacidade

artigos@justicaemfoco.com.br / Foto: Divulgação. - 24/01/2024
 

Por Thaiza Marca*

Recentemente, a notícia de turistas que encontraram uma câmera escondida em seu quarto de resort, localizado em Porto de Galinhas (PE), chocou a todos. O casal de São Paulo, que se hospedou entre os dias 13 e 17 deste mês, fez uma descoberta perturbadora ao perceber a presença de uma câmera oculta instalada em frente à cama de seu flat. A Polícia Civil está investigando o caso, evidenciando a gravidade dessa invasão de privacidade.

A instalação de câmeras em locais privativos, como quartos de hotéis e resorts, configura não apenas uma violação ética, mas também um crime previsto no artigo 216-B do Código Penal. Monitorar e violar a privacidade alheia pode acarretar em detenção de seis meses a um ano, além do pagamento de multa.

A pergunta que surge diante desse incidente é: até que ponto estamos seguros em nossos espaços mais íntimos? A sensação de invasão da privacidade traz desconforto e insegurança, impactando diretamente na confiança que depositamos ao escolher locais para descanso e lazer.

Diante desse cenário, é importante destacar uma dica valiosa para quem deseja verificar se existe uma câmera escondida no quarto. Apagar as luzes e acender a lanterna do celular são passos simples, mas eficazes. Ao passar o feixe de luz pelo ambiente, caso haja uma câmera oculta, suas lentes refletirão a luz, tornando a descoberta mais fácil.

É fundamental que hotéis, resorts e estabelecimentos similares intensifiquem suas medidas de segurança e garantam a privacidade de seus hóspedes. Além disso, é responsabilidade de todos nós estarmos atentos a essas questões e denunciar qualquer suspeita de violação de privacidade.

Afinal, sentir-se seguro e protegido em nossos próprios espaços é um direito inalienável, e cabe a todos nós zelar por ele. A invasão de privacidade não pode ser tolerada, e a conscientização sobre essa questão é o primeiro passo para um ambiente mais seguro e confiável em nossa sociedade.

*Thaiza Fabiula de Souza Araújo Marca,  Advogada; Especialista em Direito Civil; Pós-graduada em Direito Civil e Processo Civil; Imobiliário e Público; Graduada em Direito em Brasília (DF) e Graduada em Jornalismo em Cuiabá (MT).