24 de maio de 2024

Segurança alimentar

A Secretária Nacional de Planejamento do Ministério do Planejamento e Orçamento, Leany Barreiro de Sousa Lemos, recebeu em agenda oficial, no dia 16 de maio de 2023, Caio Tibério Dornelles Rocha, Coordenador Regional do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) na região.

Durante a reunião, Caio Rocha destacou a importância da agenda com a Pós-doutora em Ciência Política pelas Universidades de Oxford e Princeton, Leany Lemos, com foco na pauta da segurança alimentar, ressaltando a necessidade de garantir que essa questão esteja devidamente contemplada no orçamento. O encontro serviu como uma oportunidade para debater estratégias e ações conjuntas visando combater a fome e garantir a segurança alimentar e nutricional no país.

O Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) colocou-se à disposição para contribuir nesses esforços, trazendo sua expertise e conhecimentos na área agrícola. Caio Rocha entregou à Secretária Nacional de Planejamento o plano estratégico de segurança alimentar e nutricional do IICA e um livro de sua autoria com temas sobre políticas públicas direcionadas à agricultura familiar e sua relação com os mercados, através de projetos inovadores no âmbito do crédito rural e do cooperativismo.

A reunião entre Leany Lemos e Caio Rocha representa um importante passo para fortalecer a cooperação entre o Ministério do Planejamento e Orçamento e o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) na busca por soluções inovadoras e sustentáveis no setor agrícola. A segurança alimentar e nutricional é uma questão de extrema relevância para o país, e o engajamento de ambos os profissionais nessa agenda reforça o compromisso em encontrar estratégias eficazes para enfrentar os desafios relacionados à produção e distribuição de alimentos.

redacao@justicaemfoco.com.br

Siga @justicaemfoco 

Ronaldo Nóbrega, colunista do "Poder em Foco", experiência de mais de 25 anos como jornalista e memorialista. Em sua trajetória profissional, atuou como consultor no TSE por 12 anos, representando um partido político. Entre suas contribuições, destaca-se a Consulta 1.185/2005, que questionou a aplicabilidade da Regra da Verticalização. Esse questionamento iniciou um intenso debate entre o Judiciário e o Congresso Nacional, culminando na Emenda Constitucional nº 52/2006. A emenda proporcionou maior autonomia aos partidos políticos ao eliminar a obrigatoriedade de vinculação entre as candidaturas. Sua influência nesse debate é reconhecida e mencionada na 27ª edição da obra "Direito Constitucional Esquematizado", escrita por Pedro Lenza e publicada pela Editora Saraiva em 2023.