Justiça em Foco

Rex Tillerson, secretário de Estado norte-americano, faz visita surpresa ao Afeganistão

Mais Notícias

Segunda-Feira, Dia 23 de Outubro de 2017

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Rex Tillerson, chegou nesta segunda-feira (23) ao Afeganistão para uma visita surpresa, durante a qual se reuniu com o presidente do país, Ashraf Ghani. 

"O secretário Tillerson e o presidente Ghani se reuniram em Cabul em 23 de outubro e, lado a lado, reafirmaram o compromisso afegão-americano para alcançar paz, estabilidade e prosperidade duradoura no Afeganistão", diz um comunicado da embaixada dos EUA.

Tillerson reiterou o compromisso "claro" dos Estados Unidos com a paz no Afeganistão através da nova estratégia de Washington para o sul da Ásia, onde aumentou, no mês passado, o número de militares posicionados em território afegão, segundo a nota. Além disso, o plano reafirma a intenção dos EUA de que não se dê "refúgio aos terroristas que ameaçam este objetivo".

Ghani, por sua parte, voltou a elogiar o novo plano e a implementação de reformas que garantam a segurança e o conforto do povo afegão, de acordo com a delegação diplomática.

Os Estados Unidos aumentaram em setembro em 3 mil pessoas o contingente de 8,4 mil que já tinha no Afeganistão, como parte da operação de treinamento da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e em tarefas antiterroristas.

Junto ao anúncio do plano, os Estados Unidos endureceram seu discurso em relação ao Paquistão, país que o Afeganistão acusa de acobertar terroristas que operam em seu território.

Quando anunciou a estratégia em agosto, o presidente americano, Donald Trump, afirmou que o Paquistão tem "muito a perder" se continuar "abrigando" terroristas, após anos de acusações por parte do Afeganistão e dos Estados Unidos.

Desde o fim da missão de combate da Otan em janeiro de 2015, o governo afegão foi perdendo terreno para os talibãs até controlar apenas 57% do país, segundo o inspetor especial geral para a reconstrução do Afeganistão (Sigar) do Congresso dos EUA.


Fonte: Da redação (Justiça em Foco), com agências.
Relatar Conteúdo Impróprio ou Comunicar Erro


Mais Notícias


Indique a um amigo
Imprimir notícia 
Últimas Notícias

Outras Notícias Clique Aqui