Acusado de falsidade ideológica, Tiririca é absolvido pelo STF

21/11/2013

Acusado de falsidade ideológica, Tiririca é absolvido pelo STF


Poder Judiciário
Brasília – Por 10 votos a 1, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu (21/11) arquivar a ação penal em que o deputado federal Francisco Everardo Oliveira Silva (PR-SP), conhecido como Tiririca, era acusado de omitir bens na relação apresentada à Justiça Eleitoral, em 2010, além de usar declaração falsa de que sabia ler e escrever.

 

O plenário do Supremo julgou uma apelação do Ministério Público Eleitoral de São Paulo (MPE-SP) contra a absolvição de Tiririca. Em 2010, o juiz Aloísio Silveira, da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo, absolveu o deputado das acusações, por entender que bastava o conhecimento rudimentar da leitura e da escrita para que Tiririca não fosse considerado analfabeto.

 

A maioria dos ministros seguiu voto do relator, ministro Gilmar Mendes. Ele entendeu que a denúncia do MPE foi inepta e usou notícias veiculadas na imprensa para justificar a acusação. Além de Mendes, os ministros Luis Roberto Barroso, Teori Zavascki, Rosa Weber, Luiz Fux, Dias Toffoli, Carmén Lúcia, Ricardo Lewandowski, Celso de Mello e Joaquim Barbosa votaram pelo arquivamento.




  Fonte: Da redação (Justiça em Foco), com Ag.Brasil.

Relatar Conteúdo Impróprio ou Comunicar Erro

  Anuncie aqui

Comentar notícia Indique a um amigo Imprimir notícia 

>> Últimos comentários

 Outras notícias.
20/09/2014
Descontos salariais por greve podem incidir sobre gratificação de auditores fiscais
20/09/2014
Advogados isentam INSS de responsabilidade por fraude contra aposentada em empréstimo consignado
20/09/2014
AGU evita concessão indevida de reajuste salarial a servidor do Incra
20/09/2014
Empregado da administração indireta não concursado não reverte dispensa sem motivação
19/09/2014
Policial do RJ tem vínculo reconhecido com Igreja Universal
19/09/2014
Hotel consegue anular condenação por acidente com hóspede em viagem de trabalho
19/09/2014
Fórum da Subseção de Caxias terá nome do desembargador federal Leomar Amorim
19/09/2014
Mantida nulidade de ato da Anvisa que determinou interdição de estabelecimento farmacêutico
19/09/2014
Hospital da UFU deve realizar procedimento cirúrgico em vítima de acidente automobilístico independentemente da existência de vagas
19/09/2014
Governo apurará erros na Pnad, diz Ministério do Planejamento
Publicidade

comercial@justicaemfoco.com.br
Twitter Justiça em Foco Facebook - Justiça em Foco RSS RSS no seu IGoogle