Lei que proíbe som automotivo em via pública é constitucional

18/11/2013



Poder Judiciário
O Órgão Especial do Tribunal de Justiça de São Paulo julgou improcedente Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) da Lei Municipal nº 3.979/12, de Guarujá. A norma proíbe o funcionamento de equipamentos de som automotivos rebocados, instalados ou acoplados nos porta-malas ou sobre a carroceria dos veículos nas vias, praças, praias e demais logradouros no âmbito do município.

 

         

 

A lei, de iniciativa do presidente da Câmara, foi impugnada pelo prefeito, que alega a inconstitucionalidade por haver vício na origem – foi proposta pelo legislador local – e por implicar criação ou aumento de despesa pública sem a indicação expressa da respectiva contrapartida orçamentária.

         

 

Em seu voto, o relator do recurso, desembargador Guilherme Strenger, afastou a tese de vício de iniciativa e, quanto à alegada criação de despesa não prevista, afirmou: “Em que pese tais considerações, imperioso ressaltar que, no caso em apreço, da análise acurada do texto da Lei nº 3.979/12 do Município de Guarujá, não se entrevê a possibilidade de sobrevir, à Administração Pública Municipal, qualquer encargo financeiro em decorrência de sua execução”. Parecer do Ministério Público havia proposto o não-acolhimento da ação.

       

 

Os demais componentes do Órgão Especial acompanharam o entendimento do relator.




  Fonte: Da redação (Justiça em Foco), com TJSP.

Relatar Conteúdo Impróprio ou Comunicar Erro

  Anuncie aqui

Comentar notícia Indique a um amigo Imprimir notícia 

>> Últimos comentários

 Outras notícias.
01/10/2014
Justiça de SP homologa acordo e MTST se compromete a desocupar prédio pacificamente
01/10/2014
TSE mantém registro da candidatura de Wilma Faria ao Senado
01/10/2014
Operação “Pós Stricto Sensu”, da Polícia Federal, na UFRA - Objetivo foi desarticular esquema de fraude na folha de pagamento
01/10/2014
TJSP mantém reitora da PUC-SP no cargo
01/10/2014
Ação sobre empréstimo consignado não repassado à financeira será julgada pela JT
01/10/2014
Aposentado da Caixa obtém direito a auxílio-alimentação que recebia na ativa
01/10/2014
Cobradora de ônibus dispensada após crise psicótica receberá indenização
01/10/2014
JF condena ex-diretor-geral do Senado e outros réus por improbidade administrativa
01/10/2014
CJF aprova reajustes nos honorários pagos aos profissionais da AJG
01/10/2014
É necessária a autorização com firma reconhecida do outro genitor para que menor possa viajar ao exterior na companhia de um dos pais
Publicidade

comercial@justicaemfoco.com.br
Twitter Justiça em Foco Facebook - Justiça em Foco RSS RSS no seu IGoogle